Niagara Falls, Ontario

Eram por volta das 19h25 quando parti de Newark em direção ao Canadá. Cheguei a Niagara pelas 8h da manhã do dia seguinte, foram 13 longas horas de autocarro com uma avaria e poucas horas de sono.

Passei a fronteira com um sorriso na cara, mais um país e quem diria que viria ao Canadá, visto que Portugal tem boas relações nem visto é preciso!

Cheguei à estação e 10 minutos depois aparece o Bob num táxi para me vir buscar, reconheci-o logo das fotografias, cumprimentamo-nos com um abraço.

Antes de escrever sobre a minha estadia aqui em Niagara vou falar-vos do Bob o meu hostsurfer, mandei-lhe uma mensagem para vir conhecer esta zona, se na Europa eu digo que os hosteis são caros aqui, nem hosteis existem e a estadia sai demasiado cara. O Bob primeiro disse que não podia, eu insisti disse que gostava imenso de conhecer esta zona e que provavelmente não iria ter oportunidade, ele mudou uns planos e aceitou-me.

Tem 65 anos e vive sozinho num edifício para reformados, paga uma renda reduzida com água, gás e electricidade incluída.  Trabalhou desde os 16 e já fez um pouco de tudo, desde carpinteiro até ao ”faz tudo” conhece esta área como ninguém e já perdeu a conta de quantas vezes foi até ás cascatas, porém diz que cada vez que vai observa algo diferente.

Fala pelos cotovelos, isto deve-se ao facto de se sentir sozinho por vezes daí receber pessoas. Gosta de escrever emails através de uma plataforma chamada penfriends e fala maioritariamente com Japonesas, e muitas delas vêm visita-lo. Sempre com um sorriso na cara e com bom humor. Fala como um Canadiano e termina as frases em eh. Já me ensinou. Foi um prazer conhecer este senhor que me recebeu de braços abertos, cozinhou que nem um master chef e não me deixou gastar 1 cent.

DSC_0553-cópia.png

img_2503
homemade pizza e salada

O Domingo foi passado em casa, estava demasiado cansada para sair, as poucas horas de sono deixaram-me morta! Fui surpreendida ao jantar com uma bela truta e salada, mas que cozinheiro que o Bob me saiu.

img_2469

Na segunda lá fomos nós até às Cataratas, estava muito entusiasmada acho que desde sempre ouvi falar das Niagara Falls mas na verdade nunca pensei vir aqui…

Não há palavras para descrever a imensidão e a força da água a cair… estava imenso frio mas eu estava tão boquiaberta que não sentia nada, não queria sair dali por nada. O ambiente em redor, o som da água, a neve… e estava pouca gente o que tornou o momento ainda melhor. Só visto… não há palavras nem imagens que possam mostrar a imensidão das cataratas porém deixo-vos aqui com uma boa ideia.

Para perceberem melhor existem 2 cataratas as Americas e as Canadianas.

dsc_0532
À esquerda as Americanas, À direita Canadianas

As maiores são as Canadianas.. e de facto as mais ”estrondosas” ora vejam:

dsc_0446dsc_0459dsc_0464dsc_0477dsc_0480dsc_0498

img_2473

E depois das Cataratas fomos dar um passeio pela cidade que é considerada uma mini Las Vegas.

 

Para acabar em grande esta estadia o casal amigo do Bob, a Toni e o marido também Bob convidaram-nos para um jantar de S. Valentim. E porque não?

Foi incrível, receberam-me como se fosse uma amiga de longa data e não conseguimos parar de falar, sobre política, viagens, amor, amizade de tudo! O jantar estava óptimo que repeti o prato! Pasta com seafood e para sobremesa morangos com chocolate e ainda bolo!! Saí a rebolar daquela casa.

O Canadá está a surpreender-me de uma maneira que nunca pensei, há países que te abraçam e te acolhem este está a ser uma surpresa agradável!

Obrigada a esta família que tornou este dia muito especial e provou que o amor mais uma vez está em tudo na vida.

dsc_0555

Couchsurfing é sem dúvida ter amigos pelo mundo fora e posteriormente criar uma pequena família.  Viajar torna-nos contadores de histórias e conhecedores do mundo, de pessoas e culturas . Hoje sem dúvida agradeço pela sorte que tenho em conhecer estes cantos do mundo e estar rodeada de pessoas que querem o meu bem. Sozinha ou acompanhada quero continuar a desbravar terras, países e continentes.  Saio de Niagara Falls com o coração cheio e um sorriso no rosto.

Thank you eh!

Pretty neat eh! Diria o Bob.

14.02.2017

Marta Durán

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *