Desabafos p’las Annapurnas: III

13/10/2017

O cansaço consome os pensamentos que têm dificuldade a ser transmitidos em papel, os olhos vão-se lentamente fechando, e a caneta cada vez deitando menos tinta.

Estou morta, 24km em cima e cheguei aos 3540m de altura, estou em Manang.

Uma etapa fisicamente desgastante, com uma subida inicial que parecia não ter fim, um sol abrasador e um corpo cansado.

As paisagens deslumbram, mas a chegada foi uma luta constante.

Uma bolha que incomoda nas subidas, mas é só psicológico, em 2 dias chego ao lago tilicho. O lago mais alto do mundo de acordo com o seu tamanho, estou desejosa de lá chegar.

Até agora sinto-me bem em relação à altitude, estava com algum receio depois de testemunhos que passaram mal e tiveram que baixar, mas estou quase a metade da altitude máxima que vou atingir. Aclimatar e aproveitar cada dia.

 

São 21h e dentro do saco de cama já meio adormecida sorrio por estar aqui.

Aqui vão algumas fotografias:

DSC02588

DSC02546DSC02560DSC02565DSC02568DSC02569DSC02571DSC02615DSC02617DSC02620DSC02629DSC02632DSC02639

Até amanhã.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *