Estou a chegar…

Não tenho escrito, estive doente. Um género de gripe com aqueles calafrios e febres estranhas. Uma enorme vontade de dormir pela noite.

Desde a última vez que escrevi já palmilhei alguns km. Após a chegada a Zurich no tal autocarro de 20h apanhei uma boleia direta para Payern, sorte, muita sorte. Estava a andar pela rua sem bateria no telemovel e mostrei a um senhor, que estava a carregar uma carrinha com vinhos um placar a dizer Bern. Vóila era para onde ele ia.

Captura de ecrã 2016-12-12, às 10.21.18.png

Mas que senhor. Sapatos xpto e bem vestido. Uma mistura de francês com italiano, tinha acabado de comprar 200 garrafas de vinho num leilão (e o pagamento acabou com o plafon do cartão) e ia a Bern buscar uns móveis vintage que tinha encomendado e eu fui com ele! Tivemos que ir ao centro da cidade para ir ao banco levantar o dinheiro, fez-me uma visita guiada a Bern ofereceu me um cappuccino e só depois fomos buscar a mobília. De facto vintage, não pagava nem metade do que ele pagou pela mobília mas gostos não se discutem! Depois das compras estarem feitas teve a maior gentileza de me deixar em Payern mesmo não indo para lá ! Merci !

Estive 2 dias na Suiça em Payern a recarregar energias e a ser tratada como uma princesa pela Rosa e o Rafael, não me sentia a 100% e aqui foi o melhor sítio para descansar. Há relações que se estabelecem que é difícil explicar por palavras, mas também não é preciso. Nestes 2 dias fomos dançar kizomba e falámos de tudo e mais alguma coisa.

A Rosa é uma amiga muito especial, e desejo-lhe o melhor do mundo, porque merece. Estava destinado que nos haveríamos de encontrar, os lugares do avião não foram escolhidos ao acaso tenho a certeza. Até já Rosa e um abraço apertado dos nossos.

(Infelizmente não tirámos nenhuma fotografia mas está na memória)

Parti meia doente mas decidida a chegar a Lisboa à boleia. Quem me conhece sabe que quando meto uma ideia na cabeça tenho que a concretizar. Tenho que acabar o que comecei, não posso deixar a meio e não é uma gripezinha que me vai parar.

De Payern fui para Valence, Franca. Foram 6 boleias e um dia estafante, o pior de todos até hoje. Cheguei ainda pior a casa e desmotivada para voltar, aliás só queria voltar. Estar doente ”sozinha” não é fácil, mas aguenta-se, há de passar ! Em Valence fiquei com o Maxime e a namorada de Hong Kong, se acham que eu sou aventureira estes dois… o Maxime esteve a viajar durante 1 ano e meio só à boleia, desde a Europa até à Ásia, passou pelo médio oriente, trabalhou no irão , apanhou boleias na China e até que chegou a Hong Kong e apaixonou-se, ambos viajaram durante uns meses até que ela engravidou, tinham voltado há 3 semanas para ter o bebé.

Eram 22h e já estava deitada, 39 de febre precisava de dormir.

Pela manhã seguinte fomos passear por Valence e conhecer esta pequena cidade. Deixou-me no melhor sítio para pedir boleia. 30 min e pára o 1 carro! 2 boleias até Montpellier.

Aqui vim para casa de Natou nasceu em Dakar, esta Mulher é incrivel, recebeu-me com uma energia incrivel e claro um pratão de comida, é Africana…

Fomos passear as duas, ela com a sua genica e eu mais para lá do que para cá, mas só me conseguia rir com as suas parvoíces.

À noite voltei a sentir-me mal, mas nada que o seu maravilhoso chá e muita comida Africana me curasse.

A mamã Natou tratou bem de mim e tive pena de apenas ficar com ela 1 noite! Fui-me deitar cedo para seguir à boleia para Barcelona.

Mérci e vêmo-nos em Dakar !

dsc00646dsc00645

Já estou em Barcelona após 3 boleias!

Uma senhora que já fez missões humanitárias de curta duração e o próximo destino era Cambodja.

Um casal Espanhol que adorava viajar e fotografar já tinham percorrido meio mundo também

Um casal jovem com 2 filhos pequenos, fui no meio das cadeiras mega apertada, viemos a cantar a viagem toda! 

No meio disto tudo perdi a go pro, fiquei triste por todos os videos que lá tinha, ia fazer uma montagem final e não tinha tudo guardado. Enfim, já não esperava outra coisa de mim tinha que perder algo não é? Ou não me chamava Marta.

Ia apenas pernoitar, mas decidi ficar um dia, passear e escrever, já cá tinha estado mas senti-me bem ao pé da praia, amanhã sigo viagem!

Já ouvi dizer que boleias em Espanha não são fáceis vamos lá ver…

15515593_1803105709706049_1331677550_o

12/12/2016

Marta Durán

PLANEIA A TUA PRÓXIMA VIAGEM

Faz a tua reserva através dos meus links parceiros, é uma forma de me ajudares a continuar a manter o blog! Para ti é igual mas para mim faz toda a diferença. 
  • Faz o teu seguro de viagem com 5% de desconto através da Iati Seguros
  • Marca o teu hotel no Booking
  • Faz as tuas compras sustentáveis com 10% desconto na Coolurbanista
  • Compra a mochila para a tua viagem com 10% de desconto no site da Monte Campo com o código:boleiasdamartaMC10

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *